Search

Eu e o Outro - Nos nao estamos sozinhos!

Updated: May 27

Diário na Terra - Fevereiro de 2020 : A internet passa a ser um palco de teatro, onde a reflexão tenta emergir no meio de tanta paranoia irrefletida do inconsciente coletivo. 


Navegando dentro de tanta turbulência e panico, gerado pelo aparecimento do COVID-19, aprende-se ( a quem quer, obviamente ) a desacelerar os comandos automáticos do dia a dia. A internet passa a ser um palco de teatro, onde a reflexão tenta emergir no meio de tanta paranoia irrefletida do inconsciente coletivo. 


Eu não estou dizendo aqui que o COVID-19 não existe. Menos importante ainda e a divagação sem finalidade alguma sobre o poderio econômico e de quem "e a culpa", que passa a emergir do pânico e medo desgovernado. O vírus existe porque tudo existe, o vírus existe porque toda energia se materializa, o vírus existe porque alem de indicar o ponto de transformação interna (as vias respiratórias e os pulmões) relacionados a tristeza e dor, mostra claramente como o coletivo esta mergulhado na separação e exclusão da própria essência ( a FONTE ), de onde todos nos viemos,  mas mostra também de onde vem a cura!  

No meu post anterior faço um comentário breve sobre o resgate que estamos vivendo com a idade media, e parece ainda mais claro como o COVID-19 nos remete a uma profunda reflexão: o que estamos mantendo DESNECESSARIAMENTE, e o QUE CARREGAMOS tão PRIMITIVAMENTE?

Para onde posso ir, sem cair na demagogia de manter o outro na condição de vitima para que eu mantenha o controle sobre suas vidas? Como agir sem as divisões de castas e doutrinas que separam os homens ainda em 2020?  Estamos divididos em bons e maus, em pobres e ricos, em católicos e e judeus, em cristãos e muçulmanos , em orientais e o ocidentais....ate quando e para que? 


Pra que serve o medo e medo de que? Para onde estamos caminhando? 


Sao tantas divisões, tantas mutilações, tantas exclusões que basta um simples vírus, com contagio rápido e global e mortalidade mínima, para gerar um movimento coletivo neurótico e separatista, carregado de medo e pânico representando principalmente a crença dos excluídos: Se tudo acabar para onde irei? Se eu morrer fui boa o suficiente? E se faltar comida? e se faltar agua? quem ira me ajudar? quem ira fazer por mim? quem cuidara de mim?


Sabiamente a natureza intrínseca dos animais envolvidos neste vírus, nos remete inexoravelmente a TRANSMUTAÇÃO.  Acho que deveríamos respirar profundamente, e olhar mais o céu interior assim como o externo e nos perguntar o que tudo isso significa, dentro do nosso processo evolutivo, e não em crenças limitantes de exclusão, controle e poder.  


Porque depende essencialmente de nos, com uma visão sistêmica, mantermos nossas mãos estendidas a quem anda a nossa volta, tateando em braille.


Não existe povo escolhido, não existem pessoas escolhidas, simplesmente porque o amor e simplesmente o AMOR.... E todos nos que nascemos neste planeta

temos direito a ele, por nenhuma outra razão a não ser pelo próprio AMOR. 




E o nosso COVID-19 tem mostrado isso sem exterminar metade da população como aconteceu na Idade Media com a Peste Negra. O que existe e um chamado megafonico de que pertencemos a grande família humana, e que agora em 2020 ja se faz o tempo para que esta conscientização aconteça:

Somos Seres Cosmicos, pertencemos ao Grande AMOR Universal e definitivamente NAO ESTAMOS SOZINHOS! 



Cynthia france




0 views

2021  created  by Cynthia france