Search

Olhar de frente à Maturidade....

Updated: Jun 25

Diário na Terra: Apos o Solstício de 2020




O primeiro eclipse carregando e exigindo transformações em Dezembro de 2019, anunciou para quem vive neste planeta, muito mais do que especulações. Tanta coisa aconteceu desde então não é mesmo? E entrando no sétimo mês deste ano, já cansados e semi adaptados do que ainda permanece sem formato, após um eclipse e de um Solstício juntos, fica a certeza de que muitas outras coisas acontecerão nos próximos meses.

Tudo, sem exceção, virou o nosso pequeno mundo ao avesso, e o que a maioria imaginava ser a realidade da vida aqui na Terra, deixou de ser. Naturalmente os acontecimentos possuem ordens incompreensíveis para a maior parte de nos, humanos, mas que fique claro que chegou a hora de olhar de frente, para o que estamos evitando ver ha tanto tempo!


Claro que temos direito a escolhas, e naturalmente teremos que aceitar aqueles que ficarão na fila dos “tentando voltar ao normal”, enquanto outros tantos, já despertos pela necessidade de mudança e de transformação, irão fazendo caminho, e se decidindo na bifurcação a frente. Afinal a transição da adolescência para a maturidade assim é, para todos nos.

Termos ficado à sós com nossos pensamentos, nossos medos, nossas visões estreitas e preconceituosas, muito necessário, para destruirmos todo o fingimento que viviamos. Esta foi a maneira mais direta e redundante que o Universos Amoroso encontrou, para nos fazer acordar do velho e ineficaz. Um mundo carregado de regras e dogmas que não funcionam em harmonia, é ineficaz!

Sem chegar a um extermínio coletivo, seria de bom senso honrar aqueles que contribuíram fazendo seu retorno à casa, ou quase tudo terá sido em vão. Isso de fato é inadmissível, neste momento Cósmico. Todos nós sem exceção, tivemos a oportunidade de reflexão. Sentimentos de inadequação e outros tantos de importância, emergiram em cada um de nos que permaneceu neste isolamento social. Esta luz carregada de lucidez, trouxe consciência sobre o que importa nesta travessia temporária, e o que fazemos por aqui. Sentimentos de fraternidade, de amor próprio verdadeiro, e de como nos relacionamos, chamou nossa atenção e passou a ter mais importância. Ao menos para os mais lúcidos.

Este ultimo eclipse, que aconteceu no primeiro signo de agua, relacionado com a nossa própria capacidade de nos auto nutrir e de reconhecermos a nossa própria e imortal origem, nos colocou perto de um manancial que quando desperto, nos capacita a sermos exemplo para o outro, que poderá fazer o mesmo por si. Esta condição passou a ser mandatória, porque é impossível vivermos em comunidade com sentimentos ambíguos e incertos, que nos mantem em círculos de culpa, vitimismo, dividas, abusos e ressentimentos.

Nossas crenças se desfazem na medida de nossas resistências, por isso para termos valores mais abrangentes e universalistas temos que ter consciência de que os nossos medos distorcem a nossa compreensão, portanto coragem para mudar passa a ser o único antídoto neste momento!


Compete a nos, posicionados na tal bifurcação, transformarmos o que carregamos aqui dentro, sem medo de deixar para trás o que nao funciona mais. Além da dualidade e da hipocrisia, tem também uma tal de misericórdia e compaixão distorcida, que barganha todo o tempo com a nossa verdadeira Humanidade.


Apenas falar de Amor e de Pertencimento não é mais suficiente, agora mais do que nunca cada palavra deve ser acompanhada da cada ação, que reflita fielmente esse sentimento.

Cynthia france

20 views

2021  created  by Cynthia france