Search

Ouse mudar....

Updated: Jul 15


Diario na Terra: Julho de 2020.


No céu, a força dos que comandam o coletivo se faz presente, Júpiter o grande, Saturno o cobrador e Plutão o poderoso, fazem a Terra tremer sem muita compreensão dos que estão vivendo aqui embaixo! A última vez que estiveram juntos, foi em 2008, também em Capricórnio, e passamos todos pela bolha imobiliária e seu desdobrar no mundo. Hoje o momento cósmico pede novamente uma reavaliação, mas apesar da pressão as organizações e os comandos institucionais resistem a assumir novos posicionamentos na estrutura social e econômica.

A astrologia é uma ciência que explica ciclos e também os arquétipos de nossa saga na historia humana, e como vivemos dentro desta Historia Humana, estamos envolvidos em ciclos, definitivamente.

Como tudo no Universo é perfeito e harmônico, até mesmo através de crises obrigatórias, estamos atravessando após 12 anos, um novo chacoalhao, desta vez globalmente, porque afinal de contas fingimos ser e estar tecnologicamente desenvolvidos, não e mesmo?

Após um eclipse Lunar nos confrontando sobre o que temos dentro de nós, claro e obscuro, e o que vivemos do lado de fora, medieval ou reestruturado, vamos sendo empurrados dentro do próprio buraco, pela simples razão de que ainda não entendemos que passar pelo buraco faz parte da nossa própria evolução, e que na realidade deveríamos estar nos responsabilizando pelo nosso próprio caminho a frente, ao invés de o evitarmos e tentarmos tapa-lo, fingindo que não há nada do lado de lá.....o problema não é o buraco....mas sim como vivemos tudo isso!


Além destes desafios energéticos, traduzidos aqui embaixo em incertezas sobre uma situação nunca antes vivenciada, de polemicas sobre a reabertura precoce ou não envolvendo a economia e a sociedade, pela mídia manipulando informações, sobre livros, jogos de poder, denuncias, esconde-esconde, medos, segredos, ameaças constantes e tudo que testemunhamos vindo a superfície, deixando a mostra coisas desagradáveis. Mas o mais estressante é que misturada a tudo isso vamos nós, pobres mortais carregando todo tipo de verdades fragmentadas, as quais chamamos de cultura ou de historia e que mantemos dentro de nós, como se fossem verdades absolutas apesar de obsoletas. Só nos resta ir nos embolando por aqui, tentando manter a cabeça fria e o bom senso, amarrando nossos pés e mãos, literalmente, porque a maioria nem sabe para onde ir.


Mas como eu disse antes, são ciclos e precisam acontecer, afinal estamos aprendendo a viver em Humanidade. Quando situações assim emergem é porque já vivemos tempo demais imersos no marasmo da mediocridade. Por isso a crise vem, para que algo se dissipe, ou morra, somente assim daremos espaço para o novo, concluindo ciclos naturais de evolução e vida, e não há nada de errado nisso.

A maioria destes movimentos que nos empurram as mudanças, carregam o desejo forte e divino de Ser melhor e de Viver melhor. Mas não podemos esquecer de que viver e aprender não tem bula, quando muito possui algum mapa do tesouro, esboçado de maneira rudimentar por algum "Buscador", que abandonou algum dia lá atrás a casa pródiga, e se aventurou a tentar descobrir se o mundo é mesmo redondo, e se de fato somos todos UM. Naturalmente quem teve a sorte de manter a porta do porão pessoal destrancada, terá muito mais facilidade...

Fico aqui pensando como será quando nos conectarmos mais ao nosso coração e menos com a nossa mente? Como será mudarmos o nosso posicionamento - arrogante - de que o que achamos é a única verdade, e isso supostamente nos coroa com o direito de excluir o outro? Como será quando tudo que acreditávamos começar a ruir, porque não passam de ideias e fundamentos que separam e desagregam, nos mantendo como ilhas solitárias e independentes, apesar de submetidos aos movimentos coletivos?

Enquanto isso vamos caminhando por aqui, na esperança de que não demore tanto vermos como será esse novo viver....Vamos aprendendo que ser Humano não é viver a qualquer custo as nossas próprias emoções inconscientes, só porque são inconscientes e nossas, menos ainda as desconhecidas, só porque não as reconhecemos também como nossas. Afinal de contas construirmos uma civilização alinhada ao Universo não é trabalho fácil, ainda mais enquanto muitos ainda acreditam que eles não tem nada a ver um com o outro....como se vivermos todos por aqui fosse obra do acaso, sem eira nem beira...


Teremos a frente um período de introspecção, e devemos utiliza-lo da melhor maneira possível. Isto se dará pelo movimento direto do agente cósmico responsável pela nossa comunicação - Mercurio - e também estaremos com a intuição e a sensibilidade aguçada, e com a ajuda do período minguante da nossa fiel companheira celeste - a Lua, pendurada pelos cordões do Universo, poderemos sim acessar muitas informações escondidas em nós mesmos. Basta tentar.

E quem sabe na próxima semana, começaremos a refletir melhor de que precisamos sim um do outro, alias precisamos de tudo que existe, exatamente como esta, mesmo que não compreendamos o porque, ainda....

O momento é de transformação, mantenha isso piscando dentro de você....porque logo participaremos e presenciaremos mais desafios.....

Cynthia france

16 views

2021  created  by Cynthia france