Search

Rituais e o Ser Humano!

Diario na Terra:




Sim, somos ritualísticos. Criamos rituais para tudo, para flertar, para viver e para sobreviver...

Quem de nos não desenvolveu nossos próprios rituais para acordar, estudar ou ir trabalhar?

Quem foi que não riu ou se enfureceu com os rituais que existiam em nossas suas paternas?


Quem não foi apresentado aos rituais de saúde, aos rituais sociais e estranhíssimos rituais religiosos? Muitos são curiosos, outros extremamente bizarros e alguns são emocionantes, o nosso próprio Jesus teve que se ausentar no deserto para receber o ritual de sua iniciação! Deveríamos sim, olhar os rituais como rituais, e mudar nossas avaliações e concepções perante a eles.


Nos ensinaram a pensar e aceitamos pensar no que nos ensinaram, e para isso precisamos dos tais rituais, porque se não a nossa mente não conseguira diferenciar a realidade e a fantasia, a lógica e a abstração, e isso e assustador.


Portanto rituais são necessários, até que algo dentro das nossas consciências se modifique e passe a outro nível de compreensão. Afinal como poderíamos ver um pouco mais de nossa totalidade, e confrontar um pouco mais de nossa obscuridade, se não fossem os rituais?


Seria até cômico se estivéssemos andando pelo shopping e de repente tivéssemos as nossas grandes passagens de consciência como num estalar de dedos. Há algo imprescindível dentro do ritual de conscientização que necessitamos: a nossa vontade, e ela nem sempre está a nossa disposição e nem nos estamos suficientemente despertos para utilizá-la da maneira correta.



Prestes a sermos envolvidos com energia de renovação que estará a nossa disposição, mais uma vez somos chamados para um novo olhar. Esse mês de novembro potencialmente intenso, nos empurra a olharmos mais do que nunca a olhar para os nossos medos e resistências. Tendemos a não olhar para lá não e mesmo? A sombra, o oculto, o esquecido, são todos sinônimos do que está desconhecido. Obviamente todos eles estão carregados de rituais nem um pouco simpáticos, rituais e consequências....


Mas você que está lendo esse post, o que você quer realmente? O que está aí dentro, carregando o Ser que você e? Qual o limite da crise você está disposto a viver para resolver mudar? O que está rondando a sua vida, capturando sua atenção e que você anda chamando de acasos ou coincidência? Qual é o ritual que levara você a deixar-se ver?


Pois e disso que os rituais falam, de condições: para se conseguir realizar e usufruir algo de bom ou de ruim, acreditamos ser necessário passar por determinados percursos, hábitos ou regras....


Alguns acessam a própria espiritualidade através da meditação, outros tornando-se religiosos fervorosos e outros ainda religiosos de fim de semana. Existem aqueles que so se lembram dela quando em sofrimento, mas a verdade e que a espiritualidade existe por si mesma, e com certeza e muito maior do que os nossos rituais, ela somente se expressa por uma dessas expressões porque e assim que necessitamos.



E se enveredarmos somente pela vida física, ainda assim ela está repleta de rituais, casais se tornam marido e mulher ao se casarem, filhos são batizados de acordo com os rituais familiares e vivemos todos adequados aos rituais do nosso grupo. Até mesmo os tais “rebeldes” se ritualizam, se identificando entre si e dentro do grupo fazendo todos as mesmas coisas...


Sei que não e muito fácil nos vermos sem eles, e como se perdêssemos uma parte da identidade não e mesmo? Mas o principal passo e observar sem fobias aqueles que estão atrapalhando a sua vida, o seu bem-estar, a sua liberdade de expressão e de auto aceitação.

Se você deixasse alguns dos seus rituais, continuaria a se aceitar? Ou você anda se validando através deles?


Acordar....compreender....e aceitar.....eita exercício difícil.....



Luz para todos nos



Cynthia

0 views0 comments

Recent Posts

See All