Search

Prontos para o Novo Caminho....

Updated: May 27



Diário na Terra - Maio de 2020: As pessoas tem preguiça de pensar e mais ainda de mudar. Limpar a mente não acontece somente com exercícios, e muito menos somente pelo próprio desejo pessoal. Naturalmente os exercícios ajudam, mas não liberam. As distorções mentais e de compreensões estão atreladas ao longo das próprias experiências pessoais, geracionais e de ancestralidade e ainda relacionadas – sendo esta a mais importante - a nossa própria escalada como civilização Humana.

Tenho visto inúmeras pessoas que se imaginam conectadas a outras esferas de compreensão e de expressão, e ainda assim continuam atreladas a paradigmas e comportamentos do passado e/ou ancestrais, numa camada muito subliminar de sua própria inconsciência.

O trabalho interior requer transformação na maneira de pensar e de se comunicar - obviamente - e trás consigo questões de como você vive, e de como você se apresenta as outras pessoas. Neste momento de questionamento portanto, tudo passa a ter uma nova perspectiva, muito mais abrangente. 

Estarmos aqui vivendo nesta terceira dimensão, nos coloca conectados a uma energia e a um proposito que vão muito além daquilo que podemos compreender. Seria mais benéfico e saudável, se começássemos desde já a aceitar a nossa própria limitação.

Já se percebeu e se comprovou, que o nosso Planeta Azul se refaz rapidamente quando nos, seres humanos, supostamente racionais, recuamos. Pois bem, a partir de agora devemos modificar as preces de “ Deus cure o nosso mundo” para “Deus dê consciência aos Seres Humanos”. Claro que cada um de nos escolhe acha de tudo estar e pertencer ao nível em que se encontra. E porque este ponto é importante? Basta olhar a volta, para percebermos que estamos inseridos nas mais calorosas dicotomias e ambiguidades, muito enredados em nossos primitivos julgamentos, e o que deveria ser ou ter sido uma avaliação muitas vezes com diagnósticos simples e claros, nos colocou imersos em duvidas diárias e muitas vezes semipermanentes.

Estivemos nos últimos 40 dias enredados com todas as afirmações possíveis que tornou bem clara qual a necessidade integrativa e onde a ineficácia da nossa ciência, antes símbolo de verdade absoluta, e soberana, atua agora isoladamente e sem nenhuma firmeza.


Antes a ciência era colocada em patamares de inquestionabilidade, mesmo que restrita dentro de parâmetros Universais. Porque estou falando disso? Por que o que começa a se delinear, muito mais rapidamente do que as explicações cientificas, é que a Ciência sem a Espiritualidade não nos levara a lugar algum! FINALMENTE!





Esta ordem vem de um comando superior, que alguns dirão ser “ordens de Deus”, que outros explicarão como “escrito nas estrelas”, e ainda surgirão aqueles que dirão ser tudo isso na passa de bobagens, e que a nova ordem foi criada mesmo pelo “próprio Homem”, Mas não importa! Na verdade, qualquer uma das explicações acima, permanecerão ainda, atreladas as nossas mentes preguiçosas que resistem as mudanças NECESSARIAS mas que poderiam ser atravessadas sem crises e sem dor, mas que continuam presas a visões parciais, dependendo do andar que estacionamos a nos mesmos e com qual visão observamos o Todo.

Prestes a presenciarmos mais dois eclipses num único mês, um Lunar e outro Solar, ambos em junho, temos que nos reposicionar! Com a Lua fechamos os olhos, dormimos, sentimos, aquietamos, ficamos dentro e nos relacionamos com quem realmente somos. Por isso no eclipse Lunar, que acontecera em Sagitario, o Universo solicita a reintegração da mente superior e da mente inferior, da comunicação lúdica e da pratica, da ciência e da espiritualidade, definitivamente.


Por outro lado, o eclipse solar de 21 de junho acontecera no signo de Câncer e aponta para o futuro. O Sol esta fora, nos empurra para cima e para o alto, é dia, saímos para o mundo e convivemos com o outro, obrigatoriamente. Como o Universo é perfeito, este eclipse solar nos trará ensaios dos nossos padrões comportamentais, em uma nova ótica. Obviamente que tudo baseado em nossa disponibilidade verdadeira em deixarmos o velho ir, e o novo entrar, sem medo e regras pre determinadas. Muito além das ideias pré concebidas, deveríamos treinar para o esvaziar, esvaziar a mente cheia de ideias e de valores ineficientes, que insistimos em carregar.... E sabem porque? Porque a ciência é Humana, falha e restrita e ja esteve o tempo necessário para mostrar sua real utilidade, e devemos olhar para isso com agradecimento. Mas a Espiritualidade não é Humana, e alem de poder ser comprovada logicamente, na física quântica, em sua sincronia e manifestação, explica também o inexplicável.


Um futuro se mostra, onde a Ciência permitira, finalmente, que a Espiritualidade se coloque de maneira definitiva no inconsciente do coletivo humano, então poderemos caminhar para o Novo.


Neste momento privilegiado, sorte mesmo será de quem aprender a fluir, sem respostas prontas, pré-concebidas ou explicações esotéricas, e que for capaz de substituir paradigmas obsoletos por paradigmas diferentes e livres. Sim, paradigmas, porque ainda como Seres Humanos precisamos nos reconhecer através de paradigmas, ate que possamos voar livres, de volta para Casa.


Naturalmente temos que ter em mente que Novos Paradigmas ainda não possuem rótulos, porque ainda não construíram Histórias ou Eras. Eles ainda serão vividos e experienciados, e sua função ainda será “rotulada” - no futuro - quando outro salto terá que ser vivido, por quem ainda estiver aqui.

Por hora, devemos nos manter no que é solicitado, alinhados com o que esta acima de nos, respeitosamente e posicionados no presente, íntegros e leves, ensaiando uma nova maneira de Ser, em direção ao ainda desconhecido e a reunificação.


Cynthia france

11 views

2021  created  by Cynthia france